3 TIPOS DE DEPILAÇÃO QUE VOCÊ PRECISA TESTAR

Se livrar dos pelos indesejados nem sempre é uma tarefa fácil, não é mesmo? Tentar a depilação em casa pode até ser mais prático, seja usando gilete, cera ou pinça, mas o resultado não se compara a uma depilação profissional, feita no salão.

Nesses locais, os profissionais têm acesso a produtos de ótima qualidade e técnicas eficientes para reduzir a dor, garantindo uma pele lisa e livre dos pelos.

Mas diante de tantas opções disponíveis no mercado, é difícil escolher, entre os tipos de depilação, qual é a mais adequada para cada pessoa. Para tomar essa decisão, é preciso conhecer as principais técnicas e suas vantagens e desvantagens.

Confira alguns tipos de depilação oferecidos nos melhores salões de beleza do país e descubra o melhor método para você!

1. Depilação a laser

Um dos tipos mais procurados atualmente é a depilação a laser, um método praticamente indolor e com resultado mais duradouro. O laser penetra a pele e queima a raiz do pelo, causando sua queda e impedindo que ele cresça novamente.

Os resultados podem durar até 5 anos, especialmente quando os pelos são mais escuros, o que pode ser considerado um ótimo custo-benefício — e mesmo quando os pelos continuam a crescer, eles se tornam mais finos e claros.

Uma desvantagem desse método é não poder expor ao sol as áreas depiladas a laser entre as sessões — ou seja, sem praia ou piscina por algum tempo. Além disso, é necessário passar por manutenções a cada 4 ou 6 meses.

Durante o procedimento, a sensação de dor ou ardor pode ser minimizada com anestésicos, spray e até uma técnica que promove o resfriamento da região.

2. Depilação com cera

A depilação com cera também conta com a vantagem de retardar o crescimento dos pelos, já que eles são arrancados pela raiz.

No caso da cera quente, o calor diminui a sensação de dor, podendo ser usada em praticamente qualquer parte do corpo. O maior risco da depilação com cera quente é o de queimaduras na pele quando a temperatura estiver muito alta, por isso, é importante escolher um salão confiável para realizar o procedimento.

No caso da cera fria, a dor normalmente é um pouco mais intensa, mas esse é um método bem eficiente e muito indicado para peles sensíveis.

Existe ainda uma cera especial, com mel entre seus ingredientes, que ajuda a nutrir e hidratar a pele durante a depilação.

Alguns dias antes do procedimento, é importante fazer uma esfoliação na pele, que deve estar totalmente limpa (sem hidratantes ou loções) na hora da depilação. Depois de eliminar os pelos, o sol deve ser evitado e a pele precisa ser hidratada como de costume — pode abusar dos creminhos em casa!

3. Depilação egípcia

Também conhecida como depilação oriental, chinesa ou, simplesmente, como depilação com linha — começou a ser usada no rosto para definir a sobrancelha e limpar o excesso de pelos, inclusive as lanugens (aqueles pelos finos quase imperceptíveis do rosto). Aliás, esse cuidado pode ajudar até mesmo a aumentar a durabilidade da maquiagem, sabia?

Essa técnica enfraquece os pelos, oferece uma durabilidade excelente e não tem os riscos de outros tipos de depilação, como ressecamento e queimaduras.

Sem contraindicações e feita de forma rápida, a depilação egípcia depende da habilidade manual e experiência profissional do depilador — e pode ser feita no corpo inteiro.

A remoção dos pelos, seja por qualquer um dos tipos de depilação disponíveis no mercado, é um dos principais motivos de as brasileiras frequentarem regularmente um salão de beleza. Afinal, quem não gosta de sentir a pele lisinha e hidratada, livre de pelos?

Se você precisa colocar a depilação em dia, ou quer conhecer uma dessas técnicas de depilação, entre em contato conosco!